Gostariamos de informar que depois de muito empenho e trabalho, anos de batalhas, conquistamos o sucesso na geração energética no alto do quiriri (repetidora do CRAJE) .

Estamos agora com 4 baterias de 180ah estacionárias (720ah) e 8 placas solares (96ah) e esse kit está nos atendendo perfeitamente até o momento, mesmo com a alta demanda do link que foi colocado no ar na Quarta Feira 18/11/2015.

1 – Gráfico com os dados da carga

grafico

 

                             2 – Placas instaladas

painéis

 

3 – Baterias instaladas (na foto não aparece a 4º bateria, estava chovendo quando instalamos a ultima e não deu para fazer a foto)

baterias

Tudo soldado para garantir contato e qualidade na instalação, e toda fiação trocada por cabos na espessura correta para essa carga/corrente/distância.

         4 – Conexões soldadas

solda

 

Lembrando que nossa repetidora 146.820 está linkada com uma rede de repetidoras que atualmente são:

147.360 +600  88.5 Rancho Queimado

146870 -600  88.5 Florianópolis

145410 -600  sem subton Urussanga (lado de Criciuma)

145270 -600 Itajaí (não linkada no momento mas voltará ao link)

 Solicitamos para que ao usar deem um maior espaço de cambio para que o link desarme (divulguem essa informação via rádio lembrandos os participantes).

 

5 – Foto do link via RF a 200km em Rancho Queimado ao sul com 5watts

link

 

Em breve teremos ainda mais novidades (antenas profissionais COLINEARES de 8 elementos e 12db de ganho) para melhorar ainda mais a repetidora.

 

Agradecemos a todos que estão auxiliando para essas melhorais,  seja pagando mensalidade, vendendo ingressos dos eventos que realizamos, carregando bateria, muitas vezes quebrando o carro, afundando na lamaentre outros inúmeros obstáculos que enfrentamos para manter e melhorar a repetidora.

Qualquer ajuda é sempre muito válida e motivacional aos envolvidos.

Forte 73 atodos e façam bom uso da repetidora e bons QSOs a todos.

 

Christopher Siqueira  PU5CHR  - Diretor de Radioamadorismo

No dia 29 de Agosto sócios do CRAJE, AJM, funcionários da FT segurança e apoiadores do clube subiram o Pico Bradador para mais uma etapa de melhorias da base da repetidora do clube (146.820).

A operação foi para serviços de impermeabilização do telhado da casinha da repetidora com manta asfáltica para evitar maiores infiltrações dentro da casinha ocasionando problemas no rádios e equipamentos e também para instalação de seis novas placas solares que foram adquiridas pelo clube e instaladas a fim de melhorar a carga de energia para repetidora.

O grupo formado por 11 pessoas saíram de Joinville as 4:15 da manhã, chegando na fazenda do Alto Quiriri no amanhecer do dia por volta das 7:40 onde começaram a transportar os equipamentos e ferramentas para a base onde está montada a repetidora. Depois de um Dia exaustivo de trabalho com direito a um almoço (churrasco e pão) preparado no local, final do dia retornamos a Joinville cansados mas com a satisfação de ter realizado mais uma importante tarefa em prol do radioamadorismo e do Clube.

Obrigado a todos que se empenharam e participaram de mais essa ação.

PU5FJM – Diretor secretário.

IMG-20150830-WA0003

IMG-20150830-WA0004

P8290008Ú

P8290012

P8290027

P8290032

P8290021

Segue um breve relato da operação de reinstalação do gerador eólico do CRAJE no Pico do Bradador feito pelo Diretor de Radioamadorismo Christopher Siqueira – PU5CHR. A ação foi realizada no último domingo dia 28/06/2015.

Olá Senhores,

É com grande satisfação que venho informar que neste domingo, dia 28/6/2015, reinstalamos o gerador Eólico pela terceira vez em seu devido lugar.

Ao chegarmos na base do Bradador identificamos que uma das placas (a maior) havia sido arrancada do telhado, então não só estávamos sem Eólico mas estávamos sem placa solar tambem e por isso que as baterias não aguentaram. Ao subir na repetidora identificamos que a placa com 6 buchas de 12mm haviam sido arrancados e ela estava de ponta cabeça no telhado, graças aos cabos de aço da torre ela não caiu lá de cima e não quebrou.

Com a reinstalação da placa e do Eólico agora será possível a reativação das repetidoras.

Hoje pela manhã as baterias alcançaram a tensão de 13,8 e reativamos a 146.820 (-600 sem subton) e voltará em breve a 439.800 linkada com 147.360 (Rancho Queimado), pendente manutenção nos rádios desta repetidora.

Pedimos desculpas por ficarmos tanto tempo fora do ar e pelos reforços que fizemos, esperamos que o Eólico aguente ventos de até 200km.

Uma ótima semana a todos,

Obs.: Abaixo um breve descritivo como foi a expedição neste domingo.

1. Saímos as 4h do meu QTH em 4 carros 4×4, nos deslocamos até o manulão onde descemos a VTR da carretinha e continuamos viagem nos comunicando em simplex na 146500.

2. Ao chegarmos na chapada ao lado da 439900 fizemos uma pausa para tirar todos e esticar as pernas.

3. Nos deslocamos até antes do Rio dentro da fazenda e passamos a viatura para o outro lado do Rio para então amarras as peças sobre a viatura para iniciar a subida.

4. Optamos em instalar a peça mais pesada na frente para compensar o peso na traseiro pois da ultima vez ela quase tombou empinando 2x.

5. A subida foi lenta e toda guiada por radio devida a falta de visibilidade do solo pois o tripé de 50 kilos estava no bico da viatura.

6. Durante o trajeto quase capotamos o veiculo quando uma das rodas caiu numa fenda que não poderia ter caído ficando com uma das rodas no ar.

7. Ao chegarmos na base do bradador (latão) descarregamos as peças e a equipe passou a deslocar os proximos 200 metros de subida em 45 graus com as peças e mochilas nas costas.

8. Ao chegarmos no topo iniciamos a instalação do mesmo e uma equipe se dedicou na recuperação das asas que estavam amaçadas (a tela de aluminio) enquanto outra equipe se dedicou na instalacao do tripé e da ancoragem.

9. Iniciamos os trabalhos as 9h e finalizamos por volta das 14h em uma equipe de 12 pessoas.

10. Fazia muito frio e muito vento no local e tempo aberto sem chuva.
Christopher Siqueira

image7 image6 image5 image4 image3 image7 image6 image5 image4 image3 image2 image1 image8

 

No dia 21/4/2015 foi instalado o novo gerador Eólico do Craje. Tal gerador começou sua produção em agosto de 2014, cujo objetivo é de sanar a demanda energética do local devido a falta de carga em dias chuvosos e nublados.

Este gerador tem capacidade de gerar 1000 watts e sua durabilidade prevista é de pelo menos 20 anos, com troca de mancais/rolamentos a cada 2 anos.

Para a instalação do mesmo no Pico do Bradador, no dia 21/04/2015 foi  formado  uma equipe para sua implementação, das quais participaram:

 

  1. Arlindo PU5ARL
  2. Felipe PU4FLD
  3. Blaidior PU5BLA
  4. Christopher PU5CHR
  5. Claudio PP5HC
  6. Herblay PU5HRA
  7. Marcelo PU5KDT

No mesmo dia também foram feitos alguns trabalhos na casinha da repetidora como:

Instalação de 6 cameras das quais ficaram nas seguintes posições:

  1. Na torre filmando o gerador Eolico; 2. Na base da torre filmando as antenas;3 . No teto da torre filmando a porta de entrada; 4 .No teto da torre filmando as baterias; 5. Dentro da torre filmando o interior; 6 .Na frente do gabinete bem próximo dos equipamentos

Foi instalado também um DVR para gravar essas filmagens, e instalado também um link de internet com um roteador WIFI também para que possamos ter internet no local para contestes, para fazer vídeo conferencia em manutenções e também para melhorar nossa comunicação com o meio externo em situações de risco.

Para  realização dessas tarefas foi montado um roteiro/Cronograma conforme relatado pelo Diretor de Radioamadorismo PU5CHR como segue:

 

  1. Saímos  as 3:30 do ponto de encontro em Joinville, parada no posto Rudnick para abastecer e comprar alimentos para passar o dia.
  2. Chegamos no Matulão por volta das 5h das manhã onde foi descida a viatura (VTR) que estava encarregada de levar o gerador até próximo a repetidora, enquanto isso os outros dois carros 4×4 e a Sprinter do Arlindo PU5ARL (que levava o Eólico) seguiram viagem até a base da serrinha.
  3. Durante o trajeto os contatos foram mantidos via simplex pela 146.590 onde a equipe atrás (na VTR, Christopher e Felipe) seguiram com mais velocidade para encontrar a equipe mais adiante.
  4. Ao chegarmos na base da “Serrinha”, foi descido o gerador da Sprinter e colocado ele sobre a VTR com apoio de madeiras que encontramos caídas no mato ao lado (não foi cortada arvore nenhuma).
  5. Prosseguimos viagem saindo por volta das 6:30 da manhã até chegar no “Barro Preto” onde atolamos ao tentar passar por ele (choveu nos dias anteriores e muito escorregadio). Com o auxilio do Guincho da VTR e das pranchas foi possível sair facilmente.
  6. Iniciada então a subida da parte mais difícil do Trajeto, e super carregados (80 kilos extras), onde em diversas vezes ficamos com apenas 2 pneus encostados no solo, tanto com a dianteira no ar como em alguns momentos lateralmente. Atolamos novamente no barro preto na região das pedras no meio deste percurso e quase tombamos a VTR por ser uma área bem inclinada para a esquerda, mas com a ideia da equipe amarramos uma corda na VTR e compensamos seu peso puxando enquanto ela tentava passar pelo local.
  7. Fizemos o mesmo procedimento ao chegar perto do latão (base do Bradador) compensando o peso puxando com corda pro lado contrário.
  8. Ao chegar no latão decidimos que por causa das chuvas não tentaríamos subir o restante pois estava muito escorregadio. Então descemos o gerador Eólico da VTR e o Arlindo e o Herblay pegaram para carregar o gerador pra cima enquanto isso levamos pra cima todos os demais materiais necessários (mochilas).
  9. A equipe chegou mais cedo ao topo e foi solicitado ao Marcelo que desce-se para auxiliar eles na subida enquanto a equipe ao topo já iniciou seu trabalho, passando fios, instalando os equipamentos e deixando tudo pronto para por o Eólico no seu devido lugar.
  10. Enquanto a equipe descansava damos inicio a instalação de algumas câmeras de segurança, uma delas na torre para ver o Eólico funcionando e se há alguma avaria.
  11. Neste momento o Blaidior iniciou o preparo da nossa comida.
  12. Depois da equipe descansada demos inicio ao içamento do gerador, em 7 pessoas. Amarramos uma corda nele, e usamos a torre para travar caso o mesmo escorrega-se, 4  pessoas embaixo e 3 em cima, uma travando e outras duas puxando pra cima. Depois de longos 10 minutos levantando conseguimos por o gerador no local final de instalação dele e passamos então a instalar a parte elétrica dele. Instalamos também a antena de internet.
  13. Fixamos os cabos de energia nele, e colocamos o retificador na caixa hermética isolando os fios com adesivo plástico.
  14. Na sequencia o Marcelo deu inicio a pintura completa do gerador Eolico com tinta de zincagem a frio (todo o equipamento foi zincado a Fogo antes da montagem) e todos os parafusos foram instalados de Inox.
  15. Terminado a instalação externa deu-se inicio a instalação interna onde instalamos uma nova barra de energia para conectar os cabos de energia, e conectamos o gerador Eólico ao conjunto de baterias.
  16. Instalamos também duas resistências de 300w e 1 OHM em paralelo na saída do controlador, que irá jogar a carga excedente nessas resistência para que o gerador não gire em falso.
  17. Por volta das 13 horas da tarde o Arlindo teve que nos deixar por causa de um compromisso em Joinville as 15 horas. O Marcelo pegou a VTR e levou o Arlindo até a base da Serrinha enquanto toda a equipe ficou agilizando a instalação dos equipamentos.
  18. Depois de instalado os equipamentos, hora de testar e configurar últimos detalhes.
  19. Por volta das 15 horas demos inicio a configuração porém ao tentar usar o notebook do Arlindo a bateria acabou muito rapidamente e não foi possível finalizar a instalação/configuração. Uma das coisas que deveria já ter funcionado perfeitamente foi o link de internet que não estabeleceu no momento.
  20. Encerramos os trabalhos e na descida atolamos o veiculo novamente no “barro preto”.
  21. Depois de 2 horas atolados conseguimos sair e então a VTR super aqueceu onde tivemos que rebocar o mesmo até a base do Matulão nas próximas duas horas embaixo de chuva e muito frio e demos então continuidade no retorno.
  22. Chegamos por volta das 20 horas em Joinville.

Esse é um pequeno relato da operação de instalação do gerador Eólico na Repetidor 146.820 do Clube de Radioamadores de Joinville.

Parabéns a todos os envolvidos na operação que não mediram esforços para promover mais essas melhorias na repetidora que tanto tem ajudado nas tarefas de comunicação.

21.04.15 (2)

21.04.15 (3)

 

 

 

 

 

 

 


IMG-20150422-WA0003IMG-20150422-WA0010

 

 

 

 

 

 

 

21.04.15 (4)

Forte 73.

 

Diretor Secretario – PU5FJM